jogos corporativos

4 empresas que utilizam jogos corporativos para produtividade

Gamificação” é uma palavra que está em voga ultimamente. Praticamente qualquer pessoa tem uma noção do que ela significa: adicionar elementos de jogos a alguma tarefa para engajar os envolvidos. Sabendo disso, muitas empresas passaram a aplicar jogos corporativos como forma de capacitar a equipe e aumentar a produtividade.

De fato, essa ideia tem gerado excelentes resultados. Você pode gamificar processos da empresa para manter sua equipe mais motivada, usar jogos em treinamentos para facilitar o aprendizado ou mesmo aplicar esses princípios nas suas estratégias de marketing, aumentando sua taxa de conversão.

O melhor é que tudo pode ser feito com atitudes simples. Adicionar uma recompensa para quem teve maior desempenho, simular situações de trabalho, entre outras coisas, não costuma custar muito diante dos resultados.

Para evidenciar os benefícios dessa estratégia, veja aqui 4 empresas que tiveram sucesso no uso de jogos corporativos para aumentar o desempenho!

eBook gratuito: Conheça a gamificação de empresas e descubra como um jogo é capaz de motivar sua equipe de vendas

Saiba como os jogos podem aumentar a produtividade do seu negócio!

1. Gerdau: treinamento de realidade virtual

Sendo uma grande empresa siderúrgica, é importante ter em mente que a qualidade do trabalho entregue depende bastante da capacitação dos seus profissionais. Uma solda mal feita pode arruinar todo um trabalho!

Com isso em mente, você já deve ter ouvido falar das novas tecnologias de realidade virtual que estão surgindo. Especialmente no mundo dos games. Óculos e controles que te colocam dentro do ambiente do jogo. Parece a ferramenta perfeita para treinar uma equipe de solda sem riscos físicos ou custo material, não é? A empresa investiu bastante nessa tecnologia e agora seus treinamentos são muito melhor desenvolvidos.

2. Nike: envolvimento de novos atletas

Manter uma rotina de treinamento físico é bem difícil, especialmente por causa da desmotivação. Pensando nisso, a Nike usou seu conhecimento de jogos corporativos para criar uma ferramenta chamada Nike Plus, em que os colaboradores e clientes gamificam suas rotinas de treinamentos. O objetivo final aqui é envolver o público e elevar o nível de exercícios praticados a algo mais profissional.

3. Microsoft: promovendo competições saudáveis

Desafios e objetivos são peças importantes da maioria dos jogos. Em grande parte, são essas duas coisas, em maior ou menor proporção, que tornam um determinado jogo interessante e atrativo. Considerando a experiência da Microsoft no mercado de games, já era de se esperar que eles aplicassem isso na própria empresa.

A plataforma é simples: ela coleta dados de desempenho de cada colaborador e coloca todos em um ranking. De tempos em tempos, o melhor profissional da lista pode receber uma premiação ou uma nova oportunidade.

4. i9Ação: jogo de interpretação de papéis

Os RPGs (role playing games) forneceram algumas das bases para muitos jogos corporativos usados em treinamentos. Trata-se de colocar cada colaborador como um personagem fictício em um cenário fictício, dando a ele um conjunto de habilidades e ferramentas. Com base em regras flexíveis, os jogadores devem lidar com situações que exigem diferentes habilidades.

A i9Ação aplica essa técnica em vários de seus treinamentos. Mais notavelmente, ao utilizar um mundo de tema medieval para criar situações relacionadas ao dia a dia corporativo. Por exemplo, ao entrarem em contato com outro clã do jogo, eles têm um tempo limitado para se comunicarem, como em uma reunião de pauta.

Vendo esses exemplos, você já deve ter entendido como os jogos corporativos podem contribuir para a sua empresa. Quer uma dica extraordinária para começar? Conheça os resultados que a gamificação trouxe para a Todeschini nesse e-book gratuito.

Deixe um comentário