escrito por:
Leo Affonso

publicado em:
29 abr 2021

8 ações de employee experience que você pode aplicar no home office

As estratégias para atração e retenção de talentos estão cada vez mais robustas. Afinal, a nova geração de trabalhadores mudou algumas práticas e conceitos do mercado. Neste sentido, o employee experience ganhou força e foi um facilitador para as empresas manterem seus principais colaboradores.

O employee experience é uma forma que a gestão de pessoas encontrou de aplicar estímulos não financeiros aos colaboradores como meio de buscar a satisfação e engajamento deles.

Esta prática, que foca no bem-estar, se fortaleceu ainda mais com a chegada em massa do home office. Com o trabalho remoto, a experiência do funcionário teve de ser aprimorada e novas ações tiveram de ser pensadas para manter os níveis de produtividade, motivação e felicidade no trabalho.

Ainda mais por, no início da pandemia, a mudança ter sido tão brusca e repentina, muitas empresas ficaram perdidas neste processo. Ainda, existem muitas empresas que buscam afinar suas estratégias neste sentido para aprimorar a experiência dos seus colaboradores.

Por isso, fizemos uma lista com 8 ações que todos gestores e RH devem implementar agora em suas estratégias.

Mas antes, o que é employee experience?

O employee experience é, em resumo, o que conhecemos como endomarketing.

Ou seja, são ações e iniciativas propostas por gestores e departamentos de gestão de pessoas com foco na melhoria do clima organizacional, disseminação da cultura organizacional, promoção do bem-estar, satisfação e desenvolvimento do colaborador.

Essa metodologia apresenta algumas características fundamentais. São elas:

  • Ambiente inclusivo e de diversidade
  • Relacionamentos sinceros e transparentes
  • Foco no desenvolvimento da liderança e colaboradores
  • Exemplo por meio da inspiração
  • Ações para motivar e engajar
  • Experiências de significados positivos em relação ao ambiente de trabalho

Quando a experiência do colaborador é valorizada, a empresa ganha pessoas mais satisfeitas em fazer parte de algo maior, e externamente, tem um grande reforço de imagem, como uma organização preocupada com o bem-estar do colaborador, atraindo a atenção de novos talentos.

A importância da interação à distância

Um dos efeitos da pandemia foi o isolamento social. Do dia pra noite, os colaboradores se viram trabalhando em casa e, por muitas vezes, perdendo a real noção do que era trabalho e do que era lazer, casa e conforto.

Tudo se misturou, o contato com os colegas ficou para as mensagens ou chamadas de vídeo. E aí que o employee experience ganhou mais relevância e importância ainda.

Cada colaborador tem a sua própria realidade dentro de casa. Enquanto alguns conseguem ter um escritório dedicado para o trabalho, outros trabalham na mesa de jantar mesmo. E isso afeta diretamente a performance e bem-estar das pessoas.

O trabalho da gestão de pessoas, então, passou a ser aproximar as pessoas, estar presente para as pessoas e minimizar os efeitos do isolamento, com ações pontuais, individuais e coletivas. Assim, buscando manter os níveis de produtividade e motivação das pessoas.

Ações de employee experience para aplicar no trabalho remoto

As ações a seguir são as mais comuns de serem praticadas e devem estar na estratégia da gestão de pessoas.

Com elas, é possível sentir melhorias em engajamento, motivação e os resultados certamente serão mais positivos para colaboradores e empresa.

Diálogo

A comunicação organizacional define muito o nível do sucesso de cada projeto. Em épocas de trabalho remoto, quando a comunicação é a única forma de interação, ela se torna ainda mais importante.

A empresa, neste caso, deve ser receptiva e estimular opiniões verdadeiras dos seus colaboradores sobre todos os aspectos: desde as demandas, às expectativas em relação à organização.

Isso ajuda a identificar pontos importantes que devem ser melhorados ou mantidos no trabalho remoto.

Feedback

O feedback é uma das ferramentas mais importantes dos gestores e RH durante o trabalho remoto.

O colaborador, por estar isolado, muitas vezes não consegue identificar se o seu desempenho é satisfatório ou não. Seja um feedback positivo ou negativo, a prática deve ser periódica, para nortear os esforços de cada funcionário.

E vale lembrar: o trabalho remoto é muito diferente do alocado na empresa. Portanto, os critérios para o feedback devem ser revistos de acordo com a modalidade de trabalho e do que foi acordado entre empresa e colaboradores para não haver injustiças na avaliação.

Treinamentos

Uma das ações de employee experience que mais dá efeito é a manutenção dos treinamentos corporativos.

Investir em ferramentas tecnológicas que permitam a continuidade dos treinamentos, ou até mesmo evolua, com novas abordagens e conteúdos.

Os treinamentos virtuais são uma boa saída para as empresas, afinal, podem atingir uma quantidade maior de colaboradores, que podem acessar o material na hora que for mais produtiva para eles.  

Empatia

Principalmente no momento em que vivemos, o emocional das pessoas está abalado. Incertezas passam pela cabeça e isso afeta diretamente o comportamento.

Por isso, a gestão de pessoas deve compreender o momento e aplicar abordagens mais suaves e empáticas. Que entendam não só o momento da pandemia, mas também as adaptações que o colaborador está passando durante o trabalho remoto.

Presença

Gestores e RH devem estar mais presentes do que nunca para os colaboradores.

Principalmente em momentos de adaptação do formato de trabalho, dúvidas certamente aparecerão. Por isso, estar presente e disponível é fundamental para que as pessoas não se sintam abandonadas.

Flexibilidade

Oferecer flexibilidade para o colaborador é uma forma de aumentar a motivação e engajamento com o trabalho. Deixar que ele faça suas atividades nos momentos que se sente mais produtivo, por exemplo, faz com que ele desenvolva autonomia para resolver assuntos mais rápidos e diretos, otimizando tempo e aumentando a produtividade.

Entretenimento

Oferecer programas fora do contexto de trabalho também é uma forma de melhorar a experiência do funcionário.

Neste sentido, promover lives com humoristas, músicos, happy hours é uma boa maneira de motivar a equipe, gerar interação, e mostrar que a empresa se preocupa com a saúde mental e diversão dos seus colaboradores.

Gamificação

A gamificação é capaz de auxiliar a aplicação de diversas das ações citadas anteriormente.

A ferramenta consegue promover melhorias de comunicação, é aliada do treinamento corporativo, auxilia, através da sua linha do tempo e das recompensas oferecidas durante o jogo, o feedback instantâneo, e permite que o colaborador visualize o seu desempenho e em qual nível está, podendo fazer uma autoavaliação e projetar melhorias no seu desempenho.

Além do mais, a gamificação também atua como forma de entretenimento, contudo com foco no desenvolvimento profissional e da organização.

Ofereça uma nova experiência com a Gamefic

Vimos que o employee experience é importante, principalmente durante o período de trabalho remoto. Sua aplicação correta traz ganhos importantes para colaboradores e empresas.

Manter o nível de produtividade e motivação das pessoas pode parecer um grande desafio, mas com as ferramentas certas, o caminho fica facilitado.

Por isso, faça o teste da ferramenta de gamificação da Gamefic e veja colaboradores mais engajados com uma solução inovadora e cheia de desafios.

Compartilhe


NEWSLETTER