escrito por:
Karla Gondim

publicado em:
24 fev 2021

Gamificação a aliada da educação à distância

Jogar ou estudar?

Quem nunca passou por esse dilema durante o período estudantil, que atire a primeira pedra. E quem nunca, uma vez sequer na vida, optou pela primeira opção, atire a segunda.

Afinal, os jogos são associados com momentos de diversão. E somos muito mais atraídos por um tabuleiro ou controle de videogame do que uma apostila.

Contudo, vem se aplicando os conceitos de jogos na educação. É bem possível que você, inclusive, já tenha tido contato com alguma plataforma que aplica a gamificação na educação.

Por isso, vamos mostrar como a gamificação é uma importante aliada da educação, principalmente no EAD.

Engajamento, a chave do aprendizado

Os jogos têm o poder de atrair atenção das pessoas e oferecer estímulos e ferramentas capazes de engajar e motivar qualquer usuário a seguir em frente em busca dos objetivos.

Existem dois jogos que mostram que a gamificação é capaz de engajar todas as pessoas, independente de idade, gênero ou costumes.

Tudo depende da motivação e da dose certa de diversão.

O primeiro exemplo é o mundialmente jogado e aclamado Candy Crush. Sua jogabilidade simples, porém cheia de desafios e objetivos, faz com que seus fãs dediquem boa parte do dia para passar níveis e mais níveis.

As mecânicas de recompensas e a conectividade com amigos permite que as pessoas interajam e engajem diariamente na saga mais doce dos aplicativos.

O outro jogo, que teve seu momento de glória recente, é o Pokémon Go. Muita gente levantou do sofá e foi pra rua, literalmente, caçar seus pokémons em busca de ser um verdadeiro mestre treinador.

Além da nostalgia, o jogo ainda estimulava as pessoas com objetivos, missões bônus, e recompensas no mesmo nível do esforço para realizar as tarefas.

Ou seja, todo jogo deve ter uma motivação central que faça com que o usuário abra o game no dia seguinte. No caso do Candy Crush, é a busca pelo próximo nível, superar seus amigos. O Pokémon Go, por sua vez, é o fato de poder ser o maior treinador Pokémon da rua, do bairro, da cidade.

Na educação, principalmente no EAD, não é diferente.

Então, a motivação certa trará grandes resultados para o aprendizado.

Gamificação para aprender melhor

Como vimos, a gamificação é capaz de motivar, engajar e reter a atenção do usuário por mais tempo.

Isso é fundamental para a aplicação no EAD, uma vez que as aulas à distância tendem a ter altos níveis de dispersão.

E quanto melhor for a narrativa e experiência do aluno com o conteúdo apresentado, maior será o desempenho dos envolvidos.

Características da gamificação que devem ser exploradas na educação à distância

Para manter o engajamento do aluno, algumas características presentes nos jogos e já conhecidas pela maioria dos usuários são fundamentais para atingir o objetivo. São elas:

  • Recompensa e Feedback para os alunos
  • Criação de níveis para segmentar as etapas do ensino
  • Pontuação por fase como motivação do melhor aprendizado
  • Escolha de avatares, personificação do aluno na plataforma de ensino
  • Uso de elementos visuais atrativos
  • Narrativa personalizada com o perfil da classe
  • Tempo de execução para as tarefas (para criar senso de organização e urgência)

Oportunidade de escolhas para o aluno. Assim, ele experimente caminhos diferentes durante o aprendizado.

A coruja verde

A gamificação na educação já existe há algum tempo. O Duolingo é um bom exemplo disso.

A ferramenta usa das características da gamificação para que o usuário avance na sua jornada em busca ao aprendizado de um novo idioma.

As recompensas estão presentes ao subir os níveis dentro da plataforma e os feedbacks também funcionam constantemente. Desta forma, é possível que a pessoa entenda como está o seu desempenho de forma mais clara.

Este texto fala um pouco mais sobre o sucesso que é o Duolingo. Aproveite para conhecer mais sobre a ferramenta. 

Gamificação no EAD? Sim!

Ao longo deste texto, vimos alguns impactos e exemplos da gamificação na educação à distância. Também notamos que é importante se ater a algumas características dos jogos para manter a interação, engajamento e motivação dos alunos.

Os jogos na educação ajudam a, inclusive, simplificar alguns assuntos complexos. Logo, tornam aulas maçantes e complexas em matérias divertidas e interessantes.

E, assim como todo negócio, a educação também precisa se reinventar constantemente para atrair novos alunos. Na era da informação, é preciso ter um diferencial para agradar e manter as pessoas investindo em suas soluções.

Ainda, a gamificação permite que o aluno visualize de forma prática o seu desempenho e desenvolvimento, dando informações para que ele saiba onde melhorar. Isso otimiza o processo de aprendizado.

Por fim, a gamificação é a transformação da educação através da interatividade, conteúdos personalizáveis e ferramentas engajadoras e motivadoras.

Conheça as soluções para educação que a Gamefic pode oferecer para o seu negócio. Faça o teste e entenda na prática todos os benefícios.

Para saber mais sobre o mundo da gamificação, clique aqui.  

Compartilhe


NEWSLETTER